Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Amazônia

Rondônia é o 2º estado da Amazônia Legal que mais perdeu áreas protegidas nos últimos anos, diz Ipam

Desmatamento em região perto de Porto Velho (RO) — Foto: Arquivo/Ueslei Marcelino/Reuters

Ao todo, Rondônia perdeu mais de 4 mil km² de floresta amazônica. Desmatamento do bioma aumentou 15% no triênio 2018 a 2021.

 

Rondônia é o segundo estado da Amazônia Legal que mais sofreu com o desmatamento em unidades de conservação e Território Indígena (TI) nos últimos anos. As informações são do levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), publicado na última semana.

Segundo o Ipam, as áreas mais afetadas ficam próximas de Porto Velho, São Francisco do Guaporé e Costa Marques. Entre elas, estão em destaque a T.I Karipuna e a Reserva Extrativista Jaci-Paraná.

Ao todo, Rondônia concentra 12% do desmatamento ocorrido nas áreas protegidas da Amazônia entre 2020 e 2021.

4 mil km² de floresta derrubada

O levantamento do Ipam compara os índices de desmatamento na Amazônia nos triênios antes e durante a gestão do presidente Jair Bolsonaro, eleito em 2018. Foram utilizados dados do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O documento aponta que no período de agosto de 2018 a julho de 2021, o desmatamento em toda a floresta amazônica aumentou 56,6% em relação aos três anos anteriores. No ranking de desmatamento total, Rondônia ocupa a 4ª posição com mais de 4 mil km² de floresta derrubados.

Segundo o Ipam, as áreas mais desmatadas na Amazônia Legal estão concentradas em uma região conhecida como “Amacro”, localizada nas divisas entre Rondônia, Acre e Amazonas. Os focos aconteceram principalmente em florestas públicas não destinadas e áreas protegidas.

Fazenda em Abunã (RO) na divisa com o estado do Acre. — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

De acordo com o histórico de desmatamento, Rondônia teve uma média anual de 191 km² de floresta derrubada nos últimos três anos e está entre os estados em que a média foi maior entre o triênio 2019 a 2021 do que entre 2016 a 2018. O aumento total comparado no estado é de 15%.

TI Karipuna e Resex Jaci-Paraná

De acordo com o Instituto Socioambiental (ISA), a TI Karipuna possui mais de 150 mil hectares e é completamente coberta por floresta amazônica. A terra é localizada entre Nova Mamoré (RO) e Porto Velho. Atualmente, 55 pessoas vivem na TI Karipuna, todas da etnia Karipunas de Rondônia.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

T.I Karipuna em Rondônia — Foto: ISA

 

Já a Resex Jaci-Paraná, foi criada há cerca de 25 anos e possui quase 200 mil hectares de extensão. A área da reserva se estende por Buritis (RO), Nova Mamoré e Porto Velho.

Em 2021, uma lei de autoria do governador de Rondônia, Marcos Rocha (PSL), reduziu os limites da Resex Jaci-Paraná e do Parque Estadual Guajará-Mirim em aproximadamente 220 mil hectares. Em novembro do mesmo ano, a Justiça de Rondônia declarou a lei inconstitucional.

Segundo dados da ONG WWF Brasil, após a aprovação da lei o desmatamento na Resex cresceu 2700%. Ainda de acordo com os dados, mais da metade da reserva já foi desmatada.

Fonte: G1RO

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!