Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Auxílio Emergencial

Programa “Prato Fácil” é destaque no primeiro dia de funcionamento no município de Guajará-Mirim

Antes do meio dia, já havia fila em um dos restaurantes credenciados no primeiro dia

Nesta segunda-feira, 7, no primeiro dia de funcionamento, os dois restaurantes credenciados do programa “Prato Fácil” em Guajará-Mirim, atenderam em torno de 300 pessoas. O programa desenvolvido pela Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), lançado há quase um ano em Porto Velho, foi expandido para mais três municípios sendo: Ariquemes, Cacoal e Guajará-Mirim.

Trabalhadores de diversas categorias, mães responsáveis pelo sustento da família e aposentados chegaram de moto, bicicleta e muitos, a pé, moradores de bairros adjacentes ao restaurante Petisco, localizado no bairro Serraria.

Desde às 10h30 já havia fila para a compra da ficha de acesso ao restaurante.

Os proprietários de restaurantes participantes do programa “Prato Fácil” ouviram muitos elogios e sugestões ao aprimoramento dos serviços.

 

Os restaurantes credenciados vendem os pratos ou marmitex no valor de R$ 2, com a contrapartida do Governo Estadual,  utilizando recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), para oferecer alimentação de qualidade e baixo custo à população em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com a gerente regional da Seas em Guajará-Mirim, Luanda Perez, as pessoas poderão se alimentar por meio do “Prato Fácil”, podendo levar a comida ou se alimentar no próprio restaurante, exceto nos finais de semana.

Os restaurantes credenciados já estão atendendo, são eles: Restaurante Petisco, localizado na avenida Campos Sales, nº 1955, bairro Serraria; e Restaurante Paradise localizado a avenida Leopoldo de Matos, nº 1748, bairro Tamandaré.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Luanda também destacou o sucesso do Programa no município, onde a procura foi grande e atingindo as expectativas. “Algumas pessoas não conseguiram retirar o alimento ao valor de R$ 2,00 porque estavam com o cadastro desatualizado, já outras pessoas não sabia exatamente como proceder para serem beneficiadas.

Ivenilce Nay Rodrigues, mãe de dois adolescentes, disse: “Para mim estar sendo maravilhoso, porque o Governo está lembrando das pessoas necessitadas.

Tem dia que não tem o que comer em casa, agora é só pagar R$ 2,00 e vem um prato desse maravilhoso e apetitoso! Só temos a agradecer a Deus e ao Governo do Estado que continue ajudando as pessoas de baixa renda”.

Responsável pela alimentação dos filhos, Maria Gonzales, agradeceu pela criação do “Prato Fácil”.

“Esse programa vai ser uma benção para as donas de casa, sou mãe solteira tenho que dar de comer todos os dias aos meus filhos. Vou economizar dinheiro, tempo e gás, vou pagar um preço acessível pelo alimento. Meus filhos também terão acesso a uma boa alimentação, a nossa qualidade de vida vai melhorar muito”, destacou Maria Gonzales Paes, mãe de quatro filhos, residente no bairro Santa Luzia, que chegou antes do meio dia em um dos restaurantes credenciados.

Fonte: Secom/RO

Por: Priscila Moreno

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!