Operação 3ª Onda reforça fiscalização em estabelecimentos comerciais de Porto Velho

Na noite de sexta-feira (8), o Governo de Rondônia, por intermédio do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e órgãos fiscalizadores, iniciou a “Operação 3ª Onda”, com fiscalização aos estabelecimentos comerciais e locais de eventos para garantir o distanciamento social e reforçar o combate à Covid-19. As ações vão ao encontro ao que determina o Decreto nº 25.605, de 3 de dezembro de 2020. A operação foi divida em quatro equipes de vistoriadores, sendo dois bombeiros militares por equipe, com atuação em todas regiões de Porto Velho.

No final da ação, as equipes contabilizarão o quantitativo final, bem como descreverão os estabelecimentos vistoriados, independente se houve ou não intervenção. A Operação 3ª Onda é mais uma ação conjunta entre as forças de Segurança Pública e órgãos fiscalizadores, a exemplo da que ocorreu em dezembro de 2020, denominada Operação Fase 3, visando o reforçando ao distanciamento social devido ao aumento de casos de Covid-19.

De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Gilvander Gregório de Lima, durante todas as ações já desenvolvidas, foram notificados quase 500 estabelecimentos comerciais. Dessa forma, conforme explica o comandante, a Corporação tem desenvolvido um trabalho contundente e eficaz com o objetivo de proporcionar o melhor à população. “A gente não pode ser passivo, deixar isso acontecer. Muitos estão aglomerando e não respeitando o decreto, colocando muitas famílias em risco e nosso objetivo é evitar que isso continue”, comentou o comandante deixando claro que a atuação ocorrerá durante todo este final de semana.

Coronel Gregório afirma que as ações vão ao encontro ao que determina o Decreto nº 25.605

O comandante do CBM informa que devido ao aumento de óbitos nos últimos dias, o Estado promoveu diversas reuniões com os comitês para estudar a possibilidade da operação. Com isso, no início da tarde de sexta-feira, foi dada a a determinação da operação, fazendo com que as equipes assumissem os postos imediatamente.

Além de verificar se os estabelecimentos comerciais e locais de evento estão em consonância com o decreto em vigor, a Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) do CBM ainda tem verificado se os documentos de liberação de sua competência estão em dia, ou seja, se já foram renovados.

Vale lembrar que o Decreto nº 25.605 em vigor institui o Sistema de Distanciamento Social Controlado para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus, no âmbito do estado de Rondônia e reitera a declaração de estado de calamidade pública em todo o território estadual.

A “Operação 3ª Onda” envolveu a Polícia Militar do Estado de Rondônia, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Secretária de Estado da Saúde, Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa), Vigilância Sanitária Municipal, Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), entre outros órgãos.

RELATÓRIO 001/2021 -OPERAÇÃO 3ª ONDA:

1 – INTERVENÇÃO DIRETA: 34 ESTABELECIMENTOS DE REUNIÃO DE PÚBLICO EM PORTO VELHO.
2 – EFETIVO : 54 AGENTES PÚBLICOS
3 – VIATURAS: 17
4 – EQUIPAMENTOS: 03 TABLETS
5 – PERÍODO DA OPERAÇÃO: 06 HORAS (DAS 21h00 as 03h00) do dia 08.01.2021 a 09.01.2021.
INTERVENÇÕES
CBMRO:
– Vistoriado/Orientado: 07
– Notificado: 07
– Interditado: 03
PROCON:
– Auto Constatação: 02
– Notificação: 01
– Autuação: 01
SEMFAZ:
– Interdição: 05
– Auto de infração: 03
– Notificação: 01
VISA:
– Interdição: 01
Cel BM Gregório – Cmt Geral do CBMRO e coordenador da Operação Terceira Onda.

Secom/RO

Visualizações:
16
Categoria:
Destaques · Policial · politica · Rondônia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Quero anunciar!