Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Mundo

Na presença de Biden, Zelenski pede ‘ajuda militar sem restrições’ à Otan

O presidente reiterou os pedidos de caças e tanques, especialmente para "desbloquear" Mariupol, Berdyansk ou Melitopol, cidades do sul da Ucrânia sitiadas ou ocupadas pelo exército russo - Foto: Sputnik

O presidente reiterou os pedidos de caças e tanques, especialmente para “desbloquear” Mariupol, Berdyansk ou Melitopol, cidades do sul da Ucrânia sitiadas ou ocupadas pelo exército russo

O presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, se dirige ao povo ucraniano, em Kiev – Foto: Reprodução

O presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, pediu nesta quinta-feira (24) aos países membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) “ajuda militar sem restrições”, para que seu país consiga enfrentar o exército russo, que atualmente Kiev combate “em condições desiguais”.

“Para salvar a população e nossas cidades, a Ucrânia precisa de ajuda militar sem restrições. Assim como a Rússia utiliza, sem restrições, todo seu arsenal contra nós”, declarou Zelenski em uma mensagem de vídeo aos chefes de Estado e de Governo da aliança atlântica, que participam em uma reunião extraordinária em Bruxelas. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, também participa do encontro.

“O exército ucraniano resiste há um mês em condições desiguais! Repito a mesma coisa há um mês”, disse.

O presidente reiterou os pedidos de caças e tanques, especialmente para “desbloquear” Mariupol, Berdyansk ou Melitopol, cidades do sul da Ucrânia sitiadas ou ocupadas pelo exército russo.

“Vocês têm milhares de aviões de combate. Mas ainda não nos entregaram nenhum”, disse. “Eles têm pelo menos 20.000 tanques… A Ucrânia pediu 1% de todos os seus tanques! Entreguem ou vendam! Mas continuamos sem uma resposta clara”, completou.

Zelensky também acusou a Rússia de utilizar bombas de fósforo nos ataques contra o país. “Esta manhã (…) duas bombas de fósforo foram utilizadas. Novamente morreram adultos e crianças”, afirmou Zelensky, em referência às acusações do governo da região de Lugansk (Leste), após bombardeios na cidade de Rubizhne.

Biden na Europa

O presidente dos EUA, Joe Biden, chegou a Bruxelas, nesta quinta-feira (24), em seu primeiro compromisso no continente europeu desde o início da guerra na Ucrânia.

Além do encontro com os membros da Otan, o democrata também irá se reunir com os líderes do G7, grupo que reúne as sete maiores economias do mundo, e com representantes dos países da União Europeia. O tema dos três encontros é a guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Na sexta (25)  e no sábado (26), o presidente americano visitará a Polônia, país fronteiriço com a Ucrânia e que tem recebido um grande de refugiados.

 

Fonte: R7

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!