Brasil

Doria assina contrato para 46 milhões de doses da vacina chinesa e diz que médicos serão vacinados neste ano

Anúncio de que o Instituto Butantan seria parceiro de um laboratório chinês para a produção de uma vacina contra o coronavírus foi feito em 11 de junho. Governador afirma que vacinação de profissionais de saúde deve ter início em 15 de dezembro.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinou nesta quarta-feira (30) um contrato com o laboratório chinês Sinovac para o recebimento de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida pela empresa em parceria com o Instituto Butantan. O anúncio de que o Instituto Butantan seria parceiro de um laboratório chinês para a produção de uma vacina contra o coronavírus foi feito há mais de três meses, em 11 de junho.

O acordo foi assinado por Doria e Weining Meng, diretor do laboratório Sinovac, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta. No mesmo evento, o governador anunciou que a vacinação de profissionais de saúde deve ter início em 15 de dezembro.

× Quero anunciar!