Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Rondônia

BR-364 tem 35 km de congestionamento e tempo de travessia de até 5h em local atingido por enchente

Carretas fazem fila na BR-364 após cheia de rio em Ariquemes - Foto: Reprodução

O congestionamento do lado norte da rodovia (sentido Porto VelhoAriquemes) é de 20 km. Já o congestionamento do lado sul é de 15 km

Equipes e máquinas do DER estão atuando no apoio ao Dnit visando os serviços na BR-364 – Foto: Rogério Nicácio

Ao menos 35 quilômetros de congestionamento são registrados na BR-364 na noite desta segunda-feira (28) na região onde está sendo feito uma obra de alteamento da pista, entre Ariquemes e Itapuã do Oeste, por causa da cheia do rio Jamari.

O congestionamento do lado norte da rodovia (sentido Porto VelhoAriquemes) é de 20 km. Já o congestionamento do lado sul é de 15 km.

Na tarde desta segunda-feira a Polícia Rodoviária Federal (PRF) liberou parcialmente a circulação de veículos no KM 540 da BR-364. Como apenas uma pista da via está liberada, a travessia funciona em sistema “pare e siga”. A rodovia estava interditada totalmente desde a quinta-feira (24).

Devido ao funcionamento parcial da rodovia, o tempo médio de espera para a travessia varia de 3 a 5 horas.

A PRF ressaltou que existe uma restrição de trânsito apenas para os caminhões com Autorização Especial de Trânsito (AET). Esses veículos podem transitar apenas entre Porto Velho e Ariquemes no período noturno.

Os demais veículos estão liberados para a passar pelo trecho da BR-364 a qualquer horário do dia, mas podem enfrentar grandes filas até conseguirem concluir a travessia.

Obras

Ainda segundo a PRF, a previsão é que a travessia total das duas pistas ocorra até o fim de terça-feira (1°), após conclusão das obras de elevação da rodovia. Porém, esta previsão pode mudar conforme andamento dos trabalhos.

“Pode acontecer atraso por falta de matéria-prima. As pedreiras não estão suportando a demanda de pedras necessárias para fazer o aterramento. O volume necessário é maior do que o que estava estocado normalmente para as necessidades aqui do estado”, divulgou Andrei Milton, assessor da PRF.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

O trecho alagado da via possui 500 metros de extensão, nove metros de largura e a água transbordada do rio Jamari ultrapassou 2 metros de altura.

“Isso dá um total de 3500 m³ de pedras para preencher esse espaço. São necessárias mais de 1300 viagens de caminhão”, ressalta a PRF.

Quatro dias de interdição

interdição da principal rodovia de Rondônia começou na quinta-feira (24), durante a tarde, após o transbordamento rio Jamari. O ponto de alagamento da rodovia é no KM 540, perto do acesso para o município de Alto Paraíso (RO).

Na sexta-feira (25), a equipe do Dnit chegou ao local e no sábado (27) iniciou a obra de elevação da rodovia com pedras. Mais de 20 km de congestionamento se formou, principalmente de carretas.

No sábado (26), a PRF iniciou uma campanha junto a moradores da região de Ariquemes para arrecadar alimentos e água para mais de 800 motoristas que ficaram parados na BR-364 por dias.

Aos motoristas, A PRF alertou que desconhece rotas alternativas e não aconselha riscos desnecessários por estradas ou rodovias da região do Vale do Jamari.

Fonte: G1

Faça um comentário
Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!