Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Brasil

Autor do disparo que matou Cleiton Correia no bairro Santa Luzia é preso pelo Serviço de Investigações Vigilância Capturas em Guajará-Mirim

A Policia Civil sob a coordenação da Delegada Titular Dra. Luanda Luiza Mota Ximenes, empreendeu diversas diligências através do Serviço de Investigações Vigilância e Capturas, e conseguiram prender o autor do disparo que matou no dia 01 de Maio, Cleiton Pereira Correa que tinha 37 anos conhecido por China.

Cleiton foi baleado na madrugada dia 01, em frente a sua residência na Avenida José Cardoso Alves no bairro Santa Luzia, mais morreu dois dias depois no Hospital João Paulo II em Porto Velho.

De acordo com a Polícia, Cleiton foi surpreendido por dois elementos em uma motocicleta de cor azul, que chegaram e sem dizer uma palavra, um deles desceu da moto e efetuou o disparo na vítima que estava sentado em um banco ao lado de sua residência, e não teve chance de defesa.

Cleiton ainda foi socorrido com vida pela Unidade resgate do Corpo de Bombeiros e deu entrada em estado gravíssimo no Pronto Socorro do Hospital Regional, onde precisou ser entubado e encaminhado ao Hospital João Paulo II em Porto Velho, onde não resistiu.

Após uma minuciosa investigação os Policiais descobriram a autoria do crime, e pediram a prisão do principal suspeito, identificado como Edvard Pinto Barroso de 35 anos.

Edvard foi preso em uma residência localizada na “INVASÃO”, que fica em frente ao CAMPUS da Unir na entrada da cidade.

Além dele os policiais fizeram a apreensão de um aparelho telefônico e a motocicleta YAMARA/YBR de cor escura utilizada na noite do crime.

Em seguida os policiais cumpriram busca e apreensão na atual residência dele no Ramal da Assembléia na área da Comara, onde os policiais tentavam localizar a arma do crime, mas o suspeito alegou ter jogado a mesma no rio nas proximidades de um clube no bairro Tamandaré.

Os investigadores também cumpriram busca e apreensão no endereço do condutor da moto F. Z. F de 33 anos na Avenida 1º de Maio no bairro Jardim das Esmeraldas, onde os policiais fizeram apenas a apreensão do aparelho celular para tentar localizar, algo que possa comprometer o condutor tendo em vista que tanto ele quanto o autor do disparo, negam que o mesmo tivesse conhecimento que Edvard cometeria o crime.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Edvard realizou exame de corpo de delito e foi levado ao presídio local onde ficará a disposição da justiça.

Fonte: Agora Guajará

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!