Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Destaques

Semas inicia ações do projeto “Hoje Recebi Flores” 2021 em Rolim de Moura

A equipe psicossocial do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município de Rolim de Moura (RO) realizou na manhã desta quarta-feira(25) o lançamento do Projeto “Hoje Recebi Flores” edição 2021 no auditório do teatro da Praça Ceu das Artes. O projeto elaborado pela SEMAS trabalha a prevenção a violência doméstica. A secretária municipal de assistência social (Semas) Sandra Miranda participou da solenidade juntamente com toda equipe da SEMAS e reforçou que a Semas apoiará todas as políticas públicas que visam combater a violência contra a mulher.

Na abertura que contou com a presença de aproximadamente 50 pessoas, a psicóloga da SEMAS, Josiane Rolim, orientou sobre as formas de violências que as mulheres sofrem, sejam elas físicas, sexuais, psicológicas e econômicas, com intuito de prevenir contra várias formas de violência.

O Projeto “Hoje Recebi Flores” com o tema ‘A paz do mundo começa em casa” prevê a realização de um ciclo de encontros desenvolvido com o propósito de discutir e comunicar informações relacionados à Lei Maria da Penha, violência, relações de gênero e demais conhecimentos promotores do combate à violência contra mulher. O objetivo do projeto é prevenir a violência contra mulher, promovendo transferência de conhecimento à comunidade e integração da equipe técnica do CRAS.

O projeto promoverá encontros com frequência nos bairros do município de Rolim de Moura e no Distrito Nova Estrela para mulheres com idade igual ou superior a 14 anos de idade. Orientando-as sobre as formas de violências.

A Titular da Semas destacou que o projeto específico de Rolim de Moura vai integrar uma rede com ferramentas que visam o combate a violência feminina e lembrou que a mulher que sofre violência deve procurar a Delegacia da Mulher (DEAM) ou a delegacia de polícia mais próxima, para registrar a ocorrência do crime. Se achar que sua vida ou a de seus familiares está em risco, deve pedir a Medida Protetiva de Urgência.

A mulher pode se dirigir ao Ministério Público também, à Vara Especializada de Violência Contra a Mulher, ou à Defensoria Pública. Destaca-se ainda a existência do Disque 190, da Polícia Militar a Central de Atendimento à Mulher – Disque 180, que tem por objetivo receber relatos de violência, prestar orientação, registrar denúncias e reclamações contra serviços e órgãos da Rede de Atenção a Mulheres em situação de violência.

 

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!