Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Mundo

Rússia anuncia expansão da ofensiva militar ‘em todas as direções’ na Ucrânia

Kiev amanhece com rastros dos confrontos da madrugada - Foto: EFE/EPA/ANDRII NESTERENKO

O Kremlin acusou a Ucrânia, neste sábado, de arruinar uma trégua ao negar-se a negociar

Paramédicos oferecem serviços após um míssil russo atingir um grande edifício residencial em Kiev neste sábado (26). Segundo informou o Ministério do Interior do país, não há vítimas fatais no local. O míssil caiu entre o 18º e o 21º andares do edifício – Foto: AFP

O Exército russo recebeu ordens, neste sábado (26), para expandir sua ofensiva contra a Ucrânia, apesar do crescente protesto internacional em sentido contrário, alegando que Kiev teria rejeitado negociar uma trégua.

“Hoje, todas as unidades militares receberam a ordem de ampliar a ofensiva em todas as direções [na Ucrânia], de acordo com o plano de ataque”, afirmou o Ministério de Defesa russo em comunicado. Este já é o terceiro dia do conflito armado ordenado pelo presidente russo Vladimir Putin contra o país vizinho. Kiev, a capital ucraniana, sofreu ataques durante a noite, mas se mantém na resistência.

O Kremlin acusou a Ucrânia, neste sábado, de arruinar uma trégua ao negar-se a negociar. “Em consonância com as negociações esperadas, na sexta-feira [25] à tarde o presidente russo ordenou a suspensão do avanço das principais forças das tropas de Moscou”, segundo o porta-voz russo Dmitri Peskov. “Já que o lado ucraniano rejeitou as negociações, as forças russas retomaram os avanços”, disse ele.

Ucrânia resiste

Do outro lado, o presidente ucraniano Volodmir Zelenski declarou neste sábado que “desmantelou o plano” de invasão da Rússia, e lançou um apelo pela defesa da capital, Kiev, que se tornou o principal alvo das forças de Moscou.

No terceiro dia da ofensiva lançada pelo presidente russo, pelo menos 198 civis ucranianos, incluindo três crianças, foram mortos, e 1.115 pessoas ficaram feridas, de acordo com o ministro da Saúde da Ucrânia, Viktor Lyashko.

“Mantivemo-nos firmes e repelimos com sucesso os ataques dos inimigos. Os combates continuam em muitas cidades e regiões do país (…) mas é o nosso Exército que controla Kiev e as principais cidades ao redor da capital”, disse Zelenski, em um vídeo publicado no Facebook.

 

Fonte: R7

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!