Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Policial

350 pessoas abordadas – Operação da PMRO realizada em Presidente Médici resgata ordem pública no Município

A Operação contou com um efetivo composto por policiais rodoviários federais - Foto: 2º Batalhão de Polícia Militar

A Operação contou com um efetivo composto por policiais rodoviários federais, equipes de Patrulhamento Tático Móvel, Trânsito, Núcleo de Inteligência, bem como equipes da Polícia Ambiental da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA)

A Operação logrou êxito em restabelecer a ordem pública na cidade de Presidente Médic – Foto: 2º Batalhão de Polícia Militar

A população do Município de Presidente Médici presenciou neste final de semana, 07 e 08 de maio, uma grande operação policial deflagrada pela Polícia Militar de

Rondônia (PMRO), com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Judiciária Civil de Rondônia (PCRO) e outros órgãos públicos, em resposta à desordem pública detectada na madrugada de 07 de maio, em uma conveniência de posto de combustível da Cidade.

A Operação Policial denominada “Restabelecimento da Ordem em Médici”, planejada pelo 2º Batalhão de Polícia Militar (2ºBPM) teve por finalidade a realização de diversos comandos de abordagem em bares, conveniência e outros locais onde estavam ocorrendo eventos na cidade, visando a localização de objetos ilícitos, como armas de fogo, drogas, foragidos da justiça e principalmente a realização de fiscalização ambiental, bem como de trânsito.

A Operação contou com um efetivo composto por policiais rodoviários federais, equipes de Patrulhamento Tático Móvel, Trânsito, Núcleo de Inteligência, bem como equipes da Polícia Ambiental da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA).

Após a preleção realizada na cidade de Jí-Paraná, as equipes policiais da Operação, se deslocaram até a cidade de Presidente Médici, chegando na referida cidade por volta das 22h30 do dia 07 de maio.

Interdição do local da desordem

Em um primeiro momento foi realizado abordagens em bares e transeuntes em atitudes suspeitas por toda cidade, destacando a avenida 7 de setembro ao lado de um posto de combustível, local onde na madrugada do dia 07 de maio de 2022 vários criminosos depredaram uma viatura da Polícia Militar, agrediram um policial penal, bem

como enfrentaram a equipe policial militar que estava em serviço ordinário. Ao chegar no referido estabelecimento comercial, por não possuir licença ambiental, foi interditado e embargado, sendo lavrado os devidos autos de infração.

Resultados

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Como resultado da Operação Policial, mais de 350 pessoas foram abordadas.

Todos os locais abordados foram repassados pela Polícia Judiciária Civil em Presidente Médici, bem como pelo Núcleo de Inteligência do 2º BPM, num trabalho conjunto, com informes de haver suspeitas de elevado consumo de drogas e bebidas por menores de idade, além de cidadãos infratores com mandados de prisão e portando armas de fogo.

Também foram vistoriados mais de 25 veículos, com apreensão de quatro. Houve também duas prisões de suspeitos por desacato.

Segundo o capitão PM Fernando Souza, comandante da Operação Policial no sábado, a ordem pública local foi resgatada: “Convém destacar que a Operação logrou êxito em restabelecer a ordem pública na cidade de Presidente Médici, além de trazer uma enorme sensação de segurança para os munícipes da cidade e região, através do policiamento ostensivo preventivo e repressivo” disse o comandante. No domingo, a Operação foi comandada pelo capitão PM Sassamoto.

Destaca-se também a integração das forças de segurança que trabalharam na Operação Policial. Segundo o tenente-coronel PM Eber Milton Barros, comandante do 2º BPM, houve um voluntariado de policiais da PRF e PCRO: “sempre cooperamos e trabalhamos em conjunto de forma proativa em nossa área, tudo devidamente autorizado pelo Comando Regional de Policiamento II” disse o comandante da Unidade.

Efeitos da Operação

No dia seguinte os efeitos da operação foram imediato, segundo o comandante do 2º BPM: “Pessoas ligaram ao Quartel PM em Presidente Médici pedindo desculpas pelo

ocorrido na última sexta-feira, provavelmente por terem ligação com os fatos que circularam nas redes sociais”. Ainda segundo o comandante, os envolvidos na desordem pública na madrugada de 07 de maio já foram identificados: “Já temos alguns suspeitos que participaram do atentado contra os policiais militares e penal qualificados por nosso núcleo de inteligência. Será realizado reuniões com a PCRO e outros órgãos em Presidente Médici, para que possamos disponibilizar as informações, objetivando a  responsabilização dos envolvidos para que as ações ocorridas na última sexta-feira, não tornem mais a ocorrer” finalizou.

 

Fonte: Diretoria de Comunicação Social

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!