Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Capital

Governo assina contrato para construção do Heuro em Porto Velho

Foto ilustrativa do Heuro em Porto Velho — Foto: Governo de Rondônia/Reprodução

Hospital deve ser construído na Zona Leste da capital, próximo à BR-364. Primeira parte deve ser entregue ainda este ano.

O Governo de Rondônia assinou nesta segunda-feira (17), o contrato para construção do novo Hospital de Urgência e Emergência do Estado (Heuro). De acordo com a empresa responsável, as obras devem iniciar entre março a abril deste ano.

O Heuro deve ajudar a diminuir a demanda de atendimentos feitos no João Paulo II. No entanto, segundo o governo, a nova unidade promete oferecer mais amplitude em espaço e serviços oferecidos à população. Como exemplo:

  • 399 leitos,
  • 10 salas de cirurgia,
  • Área de hemodinâmica,
  • 64 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O local escolhido para a construção fica entre a rua América do Sul e Capão da Canoa, na Zona Leste de Porto Velho, próximo à BR-364. De acordo com o governo, foi feito um estudo de viabilidade para encontrar a localização que atendesse às necessidades da população.

É esperado que a construção também diminua os custos com a saúde pública no estado. Isso porque, segundo o governo, atualmente são pagos cerca de R$ 4 milhões em leitos de UTI privados para ajudar na demanda dos pacientes que não conseguem ser atendidos dentro do João Paulo II.

O modelo escolhido pelo governo para a construção do hospital é o “built to suit”, construído para se adequar, em tradução livre. Onde a empresa privada arca com os custos da construção e manutenção do prédio enquanto durar o contrato. Após este período, o hospital passa a ser oficialmente do Estado.

Em abril de 2021, o governo lançou a licitação para contratar a empresa responsável e o Consórcio Vigor Turé foi declarado campeão por oferecer a “oferta de serviço mais barata”. Durante um período de 30 anos, o governo de Rondônia deve pagar à empresa o valor mensal de mais de R$ 2,8 milhões.

Após a assinatura do contrato, que aconteceu nesta segunda-feira (17), a empresa tem um prazo de 60 dias para entregar o projeto de engenharia que será analisado por uma equipe especializada da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Caso o projeto seja aprovado com todas as documentações necessárias, a ordem de serviço será liberada para o início das obras. De acordo com o contrato estabelecido, a empresa deve entregar a primeira parte do hospital ainda este ano. A prioridade na construção será o pronto-socorro da unidade.

Por g1 RO e Rede Amazônica

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página
Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Brasil

A Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou um boletim nesta terça-feira (23) na qual condena, entre outros pontos, o uso de remédios sem eficácia contra...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!