Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Brasil

Diretor da Divisão de Controle Sanitário ressalta apoio de autoridades no combate a COVID-19 em Guajará-Mirim

Durante a tarde desta sexta-feira (121), Diretor da Divisão de Controle Sanitário em Guajará-Mirim Fábio Bernardo, que juntamente com os fiscais Wilmaly Lima Pontes, Carlos Alberto Medeiros estão a frente da fiscalização do COVID no município, deu entrevista ao programa DE FRENTE COM A NOTÍCIA, na rádio Rondônia falando sobre os trabalhos que estão sendo realizados no combate ao vírus.

Fábio disse que algumas informações distorcidas podem gerar problemas aos proprietários de bares em Guajará-Mirim. De acordo com ele muitas pessoas estão dizendo que o som ao vivo está liberado, e isso não é verdade.

Fábio ressalta que por enquanto todo tipo de som, mesmo o som ambiente está proibido de acordo com o decreto 13448, que altera o artigo 1º do decreto 13442 em seu art. 11 veda a utilização de som em bares e restaurantes.

Perguntado se existe ou existiu qualquer tipo de interferência em suas ações, ele foi taxativo em dizer que em momento algum percebeu interferência de qualquer tipo de autoridades em seu trabalho.

Ele relatou que muitos comerciantes não gostam da ação, mas respeito quando entendem o papel que foi designado ao mesmo. Fábio disse que tanto a prefeita Raissa Paes quanto os secretários tem prestado total apoio, pois sabem a importância que é tentar manter a lei e a ordem em uma cidade que já teve um índice muito alto de vítimas da Covid e graças ao trabalho que vem sendo feita os números diminuíram significativamente.

Fabio frisou que o trabalho só é possível com o apoio da Vigilância Sanitária que sempre esteve presente nas ações desde o inicio da pandemia, e Policiais Militares, e Bombeiros, Conselho Tutelar, Fiscais Tributários, juntamente com uma equipe do DETRAN que vem ajudando no combate a vírus que ceifou tantas vidas.

Por fim, Fábio informou que no inicio da madrugada deste sábado, um estabelecimento comercial por nome “ALÔ BEBIDA” foi interditado pela equipe da vigilância, com apoio do Detran e Polícia Militar, após várias denuncias de aglomerações e som, o que é proibido.

O responsável pelo estabelecimento, disse que realizava um live e continuou a fazer a live reclamando da ação da equipe de vigilância, que pela segunda vez autuou o comercio por desrespeitar o decreto municipal.

A denuncia foi feita por participantes que fizeram imagens de várias pessoas se divertindo no local com som, o que é proibido neste momento. O site agora Guajará acompanhou a ação da equipe de fiscalização.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Fonte: Agora Guajará

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Brasil

A Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou um boletim nesta terça-feira (23) na qual condena, entre outros pontos, o uso de remédios sem eficácia contra...

Mundo

O Canal de Suez, no Egito, é uma das principais travessias marítimas do mundo para o transporte de mercadorias e matérias-primas. Desde terça-feira, a passagem...

Publicidade
× Quero anunciar!