Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Rondônia

BR-364 volta a ser fechada por manifestantes pelo 2° dia no trevo de Cujubim, RO

BR-364 segue fechada e com congestionamento entre Ariquemes e Itapuã — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

“Veículos de emergência, cargas perecíveis e transporte de passageiros têm passagem liberada. Outros tipos de veículo permanecem no bloqueio, sendo liberados, aproximadamente, de hora em hora”, diz a polícia

BR-364 é fechada parcialmente por manifestantes no trevo de Cujubim, RO — Foto: PRF/Divulgação

A BR-364 voltou a ser fechada por produtores rurais, nesta quarta-feira (23), no trevo da entrada para o município de Cujubim (RO). Este é o segundo dia seguido de bloqueio no local, que fica a cerca de 150 quilômetros da capital Porto Velho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a intervenção ocorre de forma ordeira e pacífica. “Há congestionamento de veículos no local sendo que, o fluxo é liberado de hora em hora”.

Nas primeiras horas da manhã, a fluidez do trânsito no local segue comprometida. A PRF pede que os usuários que puderem, devem evitar a circulação no KM 562 da rodovia.

“Veículos de emergência, cargas perecíveis e transporte de passageiros têm passagem liberada. Outros tipos de veículo permanecem no bloqueio, sendo liberados, aproximadamente, de hora em hora”, diz a polícia.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), informou em nota, que “está atenta à manifestação por parte de produtores rurais, no trevo da entrada do município de Cujubim”. Segundo a pasta, a ação é organizada por ocupantes da Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá, Unidade de Conservação de Uso Sustentável criada pelo Estado de Rondônia há mais de 25 anos.

E enfatiza que “nenhum dos referidos manifestantes possui, de fato, título de propriedade das terras que estão sendo reivindicadas. Não há também autorização do Estado de Rondônia para ocupar o local”.

A Sedam ainda diz que a permanência dos ocupantes na reserva é, atualmente, objeto de discussão em ação civil pública proposta pelo Ministério Público Estadual e pela Procuradoria Geral do Estado perante o Poder Judiciário Estadual. E que caberá ao Judiciário dar a última palavra sobre a questão, decidindo se os manifestantes possuem, ou não, o direito de se manterem nas terras que reivindicam.

Como foi o 1° dia de bloqueio?

O trevo na BR-364 foi fechado pelos manifestantes no início da manhã de terça-feira. O grupo de produtores rurais questiona ações da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental, que, segundo eles, prevê a retirada de famílias de agricultores de uma área que seria de preservação ambiental.

Durante o dia houve uma reunião na Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO), entre deputados estaduais, o prefeito, vice-prefeito e vereadores de Cujubim, além de representantes da Sedam e dos assentados da região, na tentativa de chegar a um acordo.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Os agricultores alegam que a área teria sido destinada pelo Incra há mais de 20 anos.

À noite, os manifestantes liberam o tráfego na rodovia e, como não houve um consenso com as autoridades, decidiram continuar o manifesto nesta quarta-feira.

Fonte: G1 RO

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Brasil

A Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou um boletim nesta terça-feira (23) na qual condena, entre outros pontos, o uso de remédios sem eficácia contra...

Mundo

O Canal de Suez, no Egito, é uma das principais travessias marítimas do mundo para o transporte de mercadorias e matérias-primas. Desde terça-feira, a passagem...

Publicidade
× Quero anunciar!