Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Destaques

sem médicos e medicamentos, hospital de campanha de Guajará ‘está lotado’ diz fiscalização

Pacientes com Covid-19 em Guajará-Mirim, RO — Foto: Coren/Divulgação

O Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) realizou na última quarta-feira (03) uma fiscalização no Hospital de Campanha de Guajará-Mirim (RO), que atende pacientes com Covid-19 na região.

Conforme as informações preliminares repassadas à imprensa pelo Coren, o hospital está lotado e há baixa de profissionais de saúde, devido ao alto índice de contaminação entre a categoria.

Também são citadas as seguintes irregularidades:

· Falta de medicamentos básicos para parada cardiorrespiratória,

· Falta de soro fisiológico,

· Falta de medicamentos para sedação,

· Falta de espaço para descanso dos profissionais,

· Falta de equipamentos.

A lotação descrita pelo Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia, já havia sido anunciada no boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na terça (2). Onde consta que 20 pessoas estavam hospitalizadas sendo que o local só tem vaga para 21 pacientes.

Uma imagem cedida pelo Coren mostra cadeiras e mesas ao lado de leitos comportando garrafas de café e água, copos e sacolas de plásticos.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Guajará-Mirim já registra mais de 4.300 casos confirmados do novo coronavírus e mais de 110 mortes provocadas pela doença, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Fonte: G1/RO

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Brasil

O governo já tem a pronto um calendário inicial de pagamentos do auxílio emergencial. Com a aprovação pelo Congresso da Proposta de Emenda à...

Mundo

O Canal de Suez, no Egito, é uma das principais travessias marítimas do mundo para o transporte de mercadorias e matérias-primas. Desde terça-feira, a passagem...

Brasil

Governo suspeita que a variante P1 chegou ao país por meio de bolivianos contaminados em um casamento no Brasil; quatro municípios fronteiriços decidiram imunizar...

Publicidade
× Quero anunciar!