Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Destaques

Saiba onde solicitar cirurgia de laqueadura ou vasectomia de forma gratuita em Porto Velho

A cirurgia de laqueadura e vasectomia está disponível de forma gratuita em Porto Velho. O serviço é ofertado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e pode ser solicitado em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) da capital.

Os procedimentos são considerados métodos de contracepção irreversíveis. No caso das mulheres, a laqueadura faz o corte das tubas uterinas evitando, assim, a gravidez. Para os homens, a cirurgia oferecida é a vasectomia que rompe os canais deferentes, para que os espermatozoides não cheguem até a vesícula seminal.

Como solicitar o serviço?

 

O primeiro passo é procurar uma das UBS espalhadas em Porto Velho, tanto na zona rural quanto urbana, com os documentos necessários. Assim, é possível adquirir a solicitação dos exames pré-operatórios.

Segundo a prefeitura, depois desse primeiro atendimento, o paciente deve aguardar a avaliação com o especialista que vai checar os exames e o cumprimento dos requisitos. Caso seja aprovado o procedimento, a cirurgia é marcada e realizada na Maternidade Mãe Esperança.

Quem pode realizar os procedimentos?

 

Ambos os procedimentos são feitos após o paciente cumprir uma lista de requisitos, sendo ela:

  • Idade mínima de 25 anos ou pelo menos dois filhos vivos;
  • Consentimento do cônjuge, caso o paciente seja casado;
  • Manifestação de interesse precisa ser feita, pelo menos, 60 dias antes da cirurgia.

 

Quais documentos necessários?

 

Para todo o processo, será solicitado documentos pessoais do paciente, sendo:

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

  • RG;
  • CPF;
  • Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS);
  • Certidão de nascimento dos filhos;
  • Documento de identidade do parceiro.

 

Novas regras em março

 

No começo de março, vai começar a valer as novas regras para esses procedimentos, devido a Lei nº 14.443. Com o novo regulamento, há uma flexibilização nos requisitos atuais. Abaixo, veja o que muda:

  • Não será necessário o consentimento do cônjuge;
  • O procedimento poderá ser feito durante o parto. Para isso, a mulher precisa demonstrar interesse por meio de termo pelo menos 70 dias antes do parto;
  • idade mínima passa de 25 anos para 21 anos ou ter pelo menos dois filhos vivos;
  • O SUS passa a ter prazo de 30 dias para disponibilizar os métodos de contracepção.

 

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Publicidade
× Quero anunciar!