Destaques Rondônia

Quase 500 focos de queimada são registrados na primeira semana de agosto

Queimada registrada na área urbana de Porto Velho — Foto: Reprodução/WhatsApp

Apesar da queda no número geral de focos em relação ao ano anterior, Porto Velho permanece como a cidade com o maior número de registros em todo o estado, sendo responsável por 234 dos 489 focos de calor detectados nesses sete dias.

Confira as cidades que ocupam os cinco primeiros lugares no ranking de queimadas em Rondônia:

  1. Porto Velho – 234
  2. Candeias do Jamari – 71
  3. Cujubim – 48
  4. Nova Mamoré – 19
  5. Ariquemes e São Francisco do Guaporé (cada) – 12

Também foram registrados focos em: Mirante da Serra (11), Alto Paraíso (10), Costa Marques (8), Machadinho D’Oeste (7), São Miguel do Guaporé (7), Seringueiras (7), Guajará-Mirim (6), Alto Alegre dos Parecis (5), Cacoal (5), Cacaulândia (4), Monte Negro (4), Pimenteiras do Oeste (4), Vilhena (4), Ji-Paraná (3), Ouro Preto do Oeste (2), Alta Floresta D’Oeste (1), Chupinguaia (1), Corumbiara (1), Espigão D’Oeste (1), Itapuã do Oeste (1) e Rio Crespo (1).

Nos primeiros dias de agosto, a capital de Rondônia foi a décima cidade do país em número de focos de queimada, segundo os registros realizados pelo Inpe, ficando atrás de cidades do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará e Amazonas.

Dos 52 focos em unidades de conservação estaduais, 35 foram na Resex Jaci-Paraná, a mais atingida pelas queimadas em Rondônia este mês. Já a Floresta Nacional Bom Futuro foi a unidade federal mais afetada, com 13 focos dos 29 totais.

Também foram detectados 27 pontos de queimada em terras indígenas, sendo as TIs Massaco (7), Uru Eu Wau-Wau (6) e Karipuna (4) as mais afetadas.

G1 RO

× Quero anunciar!