Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Destaques

Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural vai inserir agricultura de Rondônia em patamar tecnológico

Prestes a completar 50 anos de história em 2021, a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) se prepara para enfrentar o novo ano. E a meta é trazer novidades que promovam o desenvolvimento rural de forma rentável, sustentável e consolidando a tecnologia como meio de integração e monitoramento visando o aperfeiçoamento do setor produtivo.

Na última semana, a diretoria da Emater-RO apresentou ao Conselho de Administração da autarquia as metas e ações previstas para a prestação de serviços à família rural no próximo ano. Trata-se do Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Proater), que define as estratégias de ação que serão desenvolvidas em consonância com as propostas de políticas públicas inseridas no plano de governo das esferas estadual e federal.

Dentre as metas preestabelecidas está levar adiante o conceito da “agricultura 4.0”, que versa sobre uma sociedade rural cada vez mais conectada e integrada às tecnologias digitais. A ideia é ofertar um atendimento de Ater diferenciado, utilizando para isso, ferramentas tecnológicas como softwares e aplicativos específicos que possibilitem a melhoria do atendimento à família rural no campo e, para isso já estão sendo criadas plataformas que serão potencializadas em 2021.

Para o diretor-presidente da Emater-RO, Luciano Brandão, com a inclusão da “agricultura 4.0”, será possível aperfeiçoar o processo produtivo em todas as suas etapas, aprimorando os processos de monitoramento, gestão e controle das propriedades. E isso deverá ser feito em articulação com parceiros que envolvem instituições de pesquisa, ensino, organizações, comitês e diversas outras instâncias de representação e construção coletiva, em harmonia com as políticas de desenvolvimento das três esferas governamentais: municipal, estadual e federal.

AGRICULTURA FAMILIAR

O crédito rural é muito importante para o fortalecimento da agricultura familiar

O segmento da agricultura familiar, em Rondônia, de acordo com o censo agropecuário 2017/2018 é formado por 91.438 unidades produtivas de caráter familiar, unidades estas que correspondem a 81,3% do total de estabelecimentos rurais no Estado. É da agricultura familiar, segundo dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que sai 90% da produção que abastece o Estado com alimentos como carne, leite, hortaliças, fruticultura, mandioca e pequenos animais.

A Emater-RO assiste hoje, 41% das unidades produtivas de agricultores familiares de Rondônia e conta com total apoio do governo estadual, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) para fortalecimento da agricultura familiar. O programa desenvolvido para prestação dos serviços de Ater é de vital importância para esse fortalecimento, pois busca na sua eficiência, eficácia e efetividade, desenvolver as principais cadeias produtivas do Estado.

A execução do programa Ater parte desde o cadastramento das famílias rurais, suas unidades produtivas, diagnósticos de potencialidade, até orientações especializadas para melhor desenvolvimento da produção, crédito rural, escoamento da produção e comercialização de seus produtos, sempre buscando garantir a melhoria da qualidade de vida da família rural em todos os seus aspectos.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

PROGRAMA DE ATER

Para prestar serviços de assistência técnica e extensão rural com a eficiência desejada, o Proater foi elaborado em consonância com as políticas públicas inseridas no plano estratégico de desenvolvimento da agricultura do governo estadual, bem como em estrita observância às diretrizes da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater).

Com sua estrutura técnico-administrativa, a Emater-RO coordena, executa e viabiliza a comunicação entre seu público beneficiário, inclusive com a participação social dos conselhos e fóruns. A ideia é promover amplo debate entre as diversas instâncias que atuam no segmento da assistência técnica, visando maior transparência no processo de planejamento e implementação das atividades.

Assim, o Proater proposto para 2021 visa dar continuidade ao seu papel de “prestação de assistência técnica econômica, social e ambiental aos agricultores familiares do Estado de Rondônia, buscando tornar as propriedades em unidades de produção estruturadas, através da promoção do conhecimento com inclusão social, cidadania, geração e distribuição de renda, inserida no processo de produção e voltada para o desenvolvimento sustentável e tecnológico”, com foco específico para a consolidação de uma sociedade rural interativa e tecnologicamente integrada.

O Programa de Aquisição de Alimentos tem uma grande importância na geração de renda para os agricultores familiares


Os fundamentos principais na execução do Proater é garantir à família rural acesso às políticas públicas, sejam elas governamentais, de iniciativa privada ou do terceiro setor. O incentivo vem do governo estadual, por meio de programas e projetos oriundos da Seagri, integrados com as demais secretarias de Estado, que contribuem para que a Emater-RO execute as atividades que envolvem os seguintes programas e projetos: Programa de Verticalização da Pequena Produção Agropecuária de Rondônia (Prove); Programa de Melhoria da Qualidade do Leite (Proleite); Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Estadual); Programa de Comercialização e Incentivo da Melhoria da Qualidade do Café (Funcafé), incluindo a Plataforma Global do Café; Projeto Peixe Saudável; Projeto CocoaAction Brasil/World Cocoa Foundation; além do Projeto Previna-se (de enfrentamento à Covid-19) que terá continuidade em 2021, visando manter as devidas precauções de controle da pandemia do coronavírus.

A Emater-RO trabalha ainda, com um conjunto de projetos de geração de dados e informações, fomento, capacitação e estruturação das principais cadeias produtivas do Estado de Rondônia, que são: Projeto Expansão e revitalização da Cacauicultura – que visa a distribuição de sementes e hastes para enxerto do cacau; Projeto Levantamento de Safra de Café no Estado de Rondônia; Projeto de programa Pró-genética, Projeto Levantamento da Produção Agrícola Municipal (PAM); Levantamento da Pesquisa Semanal de Preço; Projeto Custo de Produção da Piscicultura; Cooperação na educação técnica de jovens rurais no Centro Técnico Abaitará; Compartilhamento de conhecimento técnico na classificação de café e nas políticas para o Programa de Regularização Ambiental (PRA); Promoção do licenciamento e outorga da água; além da elaboração de nota fiscal eletrônica do produtor rural.

Na esfera federal, o Proater também se justifica pela necessidade de execução dos programas estruturados e consolidados pelo governo federal de apoio à produção e comercialização da produção agropecuária, tais como: Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf); Programa Crédito Fundiário; Programa Terra Brasil; Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Federal); Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Institucional; Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae); Programa Fomento Rural; Projeto BRS Capiaçu; Promoção à redução de desmatamento e queimadas em Rondônia; Ater em Projetos de Assentamentos; e por fim, Ater em Terras Indígenas.

Soma-se a todas essas ações a reestruturação que a autarquia vem promovendo nos dois últimos anos, com reformas, aquisição de equipamentos, capacitação de seu corpo técnico e do público beneficiário, além da modernização e tecnificação dos serviços de Ater.

Todos esses programas, projetos e ações proporcionam à Emater-RO definir sua estrutura programática para execução das atividades nas dimensões: econômica, social e ambiental, sempre buscando o desenvolvimento da agricultura e da família rural no Estado, vencendo o grande desafio de trabalhar a educação no campo.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página
Secom/RO

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Mundo

O Canal de Suez, no Egito, é uma das principais travessias marítimas do mundo para o transporte de mercadorias e matérias-primas. Desde terça-feira, a passagem...

Brasil

A Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou um boletim nesta terça-feira (23) na qual condena, entre outros pontos, o uso de remédios sem eficácia contra...

Publicidade
× Quero anunciar!