🎙 A rádio que todo mundo ouve!

🎼 Escute no rádio, no carro, pelo APP e pelo site!

--:--
--:--
  • cover
    Rádio Porto Velho

Menu

ESPECIAL MÊS DA MULHER: Conselheira do CMDDM coordena estudos jurídicos sobre direitos das mulheres na capital de RO

Seguindo com as histórias de destaque que o Dia a Dia RO preparou neste Mês Especial das Mulheres em parceria com a professora Izabel Cristina da Silva presidente do Rotary Club de Porto Velho Madeira Mamoré, chegou a vez de conhecermos mais uma rondonienese determinada do estado: a jovem servidora Júlia Melgar, de 25 anos, que também tem a figura da mulher como um dos seus pilares na garantia dos direitos femininos, área à qual se dedica com ênfase.

Com vínculo há mais de seis anos na Prefeitura de Porto Velho, Júlia Melgar é graduanda em Direito pela Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), e participa como membro do Grupo de Pesquisas de Teoria Feminista sobre o Direito em MacKinnon, pelo Centro de Estudos e Pesquisas Jurídicas da Amazônia (CEJAM), com o Artigo: “A representação feminina na Câmara Municipal de Porto Velho – Rondônia”.

A bela jovem também é diretora do Departamento Legislativo da Secretaria Geral de Governo da capital (SGG), e coordena uma equipe integralmente formada por mulheres, um dos principais focos para ela na ampliação da divulgação e garantia dos direitos da mulher, incentivo na qualificação de servidoras, e fortalecimento da figura feminina em cargos de liderança/chefia.

“Acredito que só diminuiremos a disparidade de gênero, quando aos poucos além de conscientizar, também mobilizar a sociedade em prol de ampliar oportunidades de melhores condições para as mulheres, seja no trabalho, no ambiente acadêmico ou familiar. Dar voz a quem sistematicamente é silenciada, especialmente em ambientes majoritariamente masculinos. E com a atuação ativa como Conselheira Suplente no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher (CMDDM), acredito que estaremos contribuindo significativamente para uma melhora desse cenário, principalmente em Porto Velho que têm sido destaque negativo em matéria de violação dos direitos da mulher como: assédio, feminicídios, entre outros crimes”, explana e destaca Júlia Melgar.

Para a Leni de Souza Costa presidente do CMDDM, fortalecer as pesquisas com esta tema, é de fundamental importância para a segurança e proteção das mulheres portovelhenses. “E ainda assim, observando a força e determinação da Júlia como conselheira, é uma grande responsabilidade e orgulho para nosso Conselho”, ressalta.

× Quero anunciar!