Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Destaques

Pazuello diz que RO receberá oxigênio ainda nesta quinta feira (18)

(Brasília - DF, 09/06/2020) 34ª Palavras do Ministro Interino da Saúde, Eduardo Pazuello. Foto: Marcos Corrêa/PR

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, indicou na tarde desta segunda-feira (15) já ter conhecimento do risco de falta de oxigênio nos hospitais de Rondônia e ressaltou que o estado não vai ficar desabastecido.

“O governo federal inicia uma ponte na quinta-feira (18) para Rondônia com oxigênio líquido, com a Força Aérea Brasileira (FAB)”, disse durante coletiva de imprensa em Brasília.

 

De acordo com Pazuello, toda operação de transporte vai ter apoio do Ministério da Defesa e Rondônia será um dos primeiros a obter oxigênio nesta semana. O Acre deve receber na sequência, se necessário.

Na coletiva não foi informado a quantidade de oxigênio que será entregue em Rondônia, mas o ministro disse que tudo vai ser feito utilizando ISO containers.

Possível colapso de oxigênio

Na última sexta-feira (13), o Ministério Público Federal (MPF) fez um alerta ao Ministério da Saúde de que pode faltar oxigênio em Rondônia.

Na ocasião, a empresa responsável por abastecer 31 dos 52 municípios e alguns hospitais alertou os prefeitos de que só haveria oxigênio para os próximos 15 dias.

Uma troca de e-mails entre o governo do estado e o Ministério Público Federal também avisou para o risco iminente de desabastecimento de oxigênio.

MPF alerta Ministério da Saúde que pode faltar oxigênio em Rondônia

MPF alerta Ministério da Saúde que pode faltar oxigênio em Rondônia

Em outro documento enviado ao ministro Eduardo Pazuello, a Procuradoria-Geral da República pede urgência na análise da questão e solicita as providências.

Na coletiva de imprensa nesta segunda-feira, Eduardo Pazuello disse que encaminhou ao governo federal sobre o possível colapso da saúde nos hospitais rondonienses.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

“O ministério levou o problema de demanda logística, na infraestrutura de oxigênio, ao governo federal e ele centralizou as ações e está já iniciando uma ponte aérea de oxigênio, com apoio da Defesa, e coordenação da infraestrutura”, afirmou.

Racionamento de oxigênio

No último fim de semana, servidores da saúde de Ariquemes afirmaram que precisaram racionar oxigênio aos pacientes. A situação da cidade, com lotação máxima de UTIS e enfermarias, é vista com preocupação pelas autoridades.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, a prefeita Carla Redano diz que a cidade está precisando de cilindros de oxigênio.

“Estamos também tentando comprar uma outra usina pra conseguir fornecer mais oxigênio. Inclusive, um dos pedidos que a gente tem a fazer, se alguma empresa tem cilindro, nós precisamos de cilindros, porque o problema não está sendo nem o oxigênio. Nós conseguimos buscar em Vilhena esse oxigênio, mas nós precisamos dos cilindros”, pediu.

Fonte: G1RO

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Brasil

A Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou um boletim nesta terça-feira (23) na qual condena, entre outros pontos, o uso de remédios sem eficácia contra...

Mundo

O Canal de Suez, no Egito, é uma das principais travessias marítimas do mundo para o transporte de mercadorias e matérias-primas. Desde terça-feira, a passagem...

Publicidade
× Quero anunciar!