Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Destaques

Operação da Polícia Federal contra fraudes no Auxílio Emergencial cumpre mandados em Rondônia e em mais sete estados

Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira operação contra fraudes no Auxílio Emergencial — Foto: Divulgação/PF
Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira operação contra fraudes no Auxílio Emergencial — Foto: Divulgação/PF

De acordo com a PF, cerca de 100 policiais federais cumprem as medidas judiciais simultaneamente nos estados

 

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (4), em Rondônia, Bahia, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Maranhão e São Paulo, uma operação que visa combater fraudes ao Auxílio Emergencial disponibilizado pelo governo federal, em função da pandemia de coronavírus.

De acordo com a PF, cerca de 100 policiais federais cumprem as medidas judiciais simultaneamente nos estados. Ao todo, são 28 mandados de busca e sete mandados de sequestros de bens, perfazendo um total de mais de R$ 170 mil bloqueados por determinação judicial.

Ainda segundo a PF, para a deflagração da Operação Quarta Parcela, foram instaurados inquéritos independentes em cada estado, com expedição de mandados pela Justiça de cada ente federativo. Apenas a ação de cumprimento desses mandados é que foi coordenada entre as equipes de PF de cada estado.

Os objetivos da atuação conjunta e estratégica são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas que atuam causando prejuízos ao programa assistencial e, por consequência, atingindo a parcela da população que necessita desses valores.

Na Bahia, há também três mandados de prisão preventiva, no município de São Gonçalo dos Campos.

Especificamente em relação aos crimes ocorridos no estado baiano, apurou-se que os investigados cadastraram no aplicativo Caixa Tem mais de 60 contas em nome de terceiros, para recebimento do Auxílio Emergencial de forma fraudulenta. Esses valores eram transferidos imediatamente através de depósitos e boletos bancários, para contas vinculadas ao grupo. A emissão dos boletos era feita pelos próprios suspeitos, resultando num prejuízo superior a R$ 40 mil.

Com informações G1 Bahia

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Brasil

O governo já tem a pronto um calendário inicial de pagamentos do auxílio emergencial. Com a aprovação pelo Congresso da Proposta de Emenda à...

Mundo

O Canal de Suez, no Egito, é uma das principais travessias marítimas do mundo para o transporte de mercadorias e matérias-primas. Desde terça-feira, a passagem...

Brasil

Governo suspeita que a variante P1 chegou ao país por meio de bolivianos contaminados em um casamento no Brasil; quatro municípios fronteiriços decidiram imunizar...

Publicidade
× Quero anunciar!