Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Brasil

Município de Guajará-Mirim recebe expansão do programa “Prato Fácil” com dois restaurantes credenciados

O Programa “Prato Fácil” lançado em maio do ano passado em Porto Velho, está sendo expandido para outros municípios do Estado de Rondônia, entre eles Guajará-Mirim. O Programa é a garantia de alimentação saudável e nutritiva, a R$ 2 por pessoa, ficando o complemento por parte do Estado, com recursos do Fundo Estadual de Erradicação da Pobreza (Fecoep).A Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas) está à frente do Programa “Prato Fácil” e credenciou dois restaurantes em Guajará-Mirim para o fornecimento de refeições nutritivas de baixo custo à população e o início deste serviço está previsto para segunda-feira, 7 de fevereiro.

Os responsáveis pelos restaurantes receberam capacitação para trabalhar no sistema e como será fornecida a alimentação. Para finalizar os trâmites legais, uma nutricionista acompanhará a elaboração e preparação dos alimentos, assim posteriormente passarão a atender as famílias.

A alimentação poderá ser consumida no local ou se preferir levar para residência.

Foram contemplados os restaurantes Petisco, localizado na Avenida Campos Sales, nº 1955, confluência com a avenida 1º de Maio, bairro Serraria; e Paradise que está localizado a avenida Leopoldo de Matos, nº 1748, bairro Tamandaré.

Para a gerente regional da Seas em Guajará-Mirim, Luanda Perez, “além de fornecer alimentação às famílias pelo valor de R$ 2,00 serão abertas novas frentes de trabalho para atender a demanda dos restaurantes”.

Beneficiários

São beneficiários do programa famílias em situação de vulnerabilidade social, desde que estejam inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, que possuam renda familiar de até três salários mínimos ou meio salário per capita em cada família.

No ato de recebimento da marmita ou prato é exigida documentação de cada beneficiário da família.

O restaurante consultará se o beneficiário consta na base de dados do sistema, e após a liberação do ticket, deverá colher assinatura do usuário e seu Número de Identificação Social (NIS) em relatório.

Publicidade. Continue lendo sua matéria ao descer mais a página

Fonte: Secom/RO

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Publicidade
× Quero anunciar!