politica

Marcos Rogério garante que não haverá aumento de energia em Rondônia

Divulgação
Boatos nas redes sociais sugerem aumento de 20% na conta de luz dos rondonienses
Desde o início da semana, circula nos grupos de mensagens e nas redes sociais de Rondônia textos sobre um possível aumento na conta de luz em Rondônia. As mensagens falam sobre a solicitação que a Energisa teria feito à Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica – pedindo autorização para um reajuste de 20% na energia, a fim de diminuir os prejuízos que a empresa teve com a pandemia da Covid-19.

De acordo com o presidente da Comissão de Infraestrutura e vice-líder do Governo no Congresso, senador Marcos Rogério (DEM/RO), muitos consumidores inconformados entraram em contato questionando mais esse aumento na conta de luz. O parlamentar rondoniense, porém, gravou um vídeo para tranquilizar a população.

Marcos Rogério garante que não haverá nenhum reajuste na energia. “Quem está espalhando o boato de que a conta vai aumentar, não está acompanhando de perto o que está ocorrendo. Venho trabalhando em parceria com a Aneel, mantendo contato com o diretor-geral André Pepitone e com o relator da matéria Efraim Cruz, além de contato com o ministro de Minas e Energia, e em nenhum momento foi cogitado a autorização de um novo aumento em Rondônia”, afirma Marcos Rogério.

O senador rondoniense explica ainda que, ao contrário, do que está se falando, a ideia é conseguir reduzir os encargos na conta de luz, para que fique mais barata para os consumidores. “Em todo aniversário de contrato das distribuidoras, de todo o Brasil, há correção da tarifa, na maioria das vezes com aumento na conta de luz. Porém, em razão da Medida Provisória 998/2020, que ajudei a construir com o Governo Federal, os brasileiros devem ter redução no preço da energia até 2025. E já estamos trabalhando para garantir a regulamentação dos efeitos da MP o mais breve possível”, ressalta Marcos Rogério.

“Então, asseguro que não haverá aumento, pois o que estou buscando, junto a bancada de Rondônia e ao Governo Federal é uma energia melhor, mais segura e mais barata”, conclui.

Assessoria
× Quero anunciar!