Connect with us

Oi, o que você está procurando?

Rondônia

Governo e Tribunal de Justiça de Rondônia iniciam discussão para criação do Centro Integrado da Criança e Juventude

Fotos: Arthur Amaral

A criação do Centro Integrado da Criança e da Juventude foi apresentada na última sexta-feira (7) ao Governo de Rondônia, pelo Tribunal de Justiça do Estado, que objetiva um grande passo para a melhoria no tratamento de crianças vítimas de violência sexual. A ideia é um espaço composto pelas instituições, parceiros, rede de apoio, com a percepção de todos os envolvidos para humanizar o processo de oitiva da vítima e torná-lo menos danosa possível, onde a criança seja inteiramente acolhida.

A exemplo, o juiz secretário geral do Tribunal de Justiça, Rinaldo Forti Silva, apresentou dados que mostram que 53% dos estupros são praticados contra meninas de 13 anos e a imensa maioria é praticado por pessoas da relação familiar delas, pais, padrastos, avôs, tios, vizinhos. O caminho percorrido por essa vítima inicia na delegacia ou conselho tutelar onde ela irá depor e reviver toda a humilhação. O ambiente já não é favorável e posteriormente tem que ir ao Instituto Médico Legal fazer o exame de corpo de delito ou no Hospital Cosme e Damião, seguindo ao Ministério Público que irá representá-la, e então essa criança volta a conviver com o agressor.

“O objetivo é pôr fim a isso ou pelo menos minimizar. As hipóteses são de que o depoimento especial em si é ineficaz. Não adianta proteger somente em juízo depois que ela passou por todas essas etapas constrangedoras”, explicou Rinaldo, enfatizando a necessidade de pessoas capacitadas trabalhando de maneira integrada sob uma coordenação única e não ingerente em observância a um fluxograma construído em conjunto bem compreendido e difundido entre os atores. A equipe interprofissional irá auxiliar o delegado, o promotor de Justiça e o juiz a tomarem as decisões e estabelecer um fluxo único para facilitar a vida da criança e das famílias”, concluiu.

O secretário chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, lembrou que a iniciativa é um sonho antigo do governador Marcos Rocha, desde a época em que era secretário e, já sensível com a pauta, solicitou que o projeto fosse inserido como prioritário no eixo Segurança Pública. “Grato mais uma vez ao excelentíssimo senhor juiz Rinaldo. O Governo desde já dará a atenção necessária para a realização deste grande projeto, direcionando de forma comprometida toda a equipe”, finalizou.

O projeto foi inserido na Carteira de Projetos Prioritários de Governo e será monitorado pela Casa Civil – Somar como forma de envolver todos os agentes necessários para o desenvolvimento e realização, sob o direcionamento do governador Marcos Rocha.

Também participaram da reunião na Casa Civil o secretário adjunto da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Hélio Gomes Ferreira, o delegado de Polícia Civil, Leonardo Matos, o diretor executivo da Secretaria de Assistência Social (seas), Bruno Vinícius Afonso, o chefe de gabinete da Seas, Paulo Higo Almeida, a assessora especial da Secretaria de Justiça (Sejus), Helanne Carvalho e a delegada geral adjunta de Polícia, Alessandra Gomes.

Secom

Faça um comentário

Notícias relacionadas

Rondônia

Um vídeo que mostra os últimos minutos de vida de uma mulher que foi morta pelo tribunal do crime. A jovem identificada como Adriana...

Destaques

O Brasil bateu mais uma triste marca na pandemia nesta terça-feira (23), registrando mais de 3 mil mortes por Covid em um dia pela primeira...

Destaques

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia informa os horários de restrição de circulação de veículos em razão dos feriados de Natal e de...

Capital

A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada pelo trabalhador ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial,...

Publicidade
× Quero anunciar!