Rondônia

Fábrica de ração animal de Porto Velho exportará para estados da região Norte

Fotos: Ana Cláudia Barros

Na manhã desta quinta-feira (10), o governador do Estado de Rondônia, coronel Marcos Rocha, visitou no distrito industrial, a planta industrial de produção de ração animal com capacidade de produção de três mil toneladas por mês, para atender o norte de Rondônia e a outros estados vizinhos como Acre, Amazonas e Roraima.

Segundo o governador, é gratificante que em plena pandemia, frente a todas as dificuldades e restrições encontradas, o Governo tem dado condições para a implementação de novos negócios no Estado. “Fico feliz quando uma indústria está em expansão, estão crescendo e  já estão produzindo e oportunizando a geração de emprego, aqui serão cerca de 120 empregos diretos, na produção de ração animal, que não é só para a nossa região de Rondônia, mas também para os outros estados vizinhos,” destaca Marcos Rocha.

Além disso, o governador salientou que o Governo tem o objetivo de fortalecer os negócios para gerarem emprego e renda à população. “As ações do Governo para combater a pandemia também acabam refletindo na criação de indústrias. Isso para a gente é muito importante, pois gera emprego e também gera saúde”, revela.

Para o diretor executivo do grupo, Adélio Barofaldi, a participação do governador é muito importante para mostrar que esse é o novo dimensionamento para o Estado de Rondônia com o agronegócio. “Nossa indústria tem uma estrutura nova, moderna e sustentável, porque é uma fábrica que tem toda sua sustentabilidade no agronegócio, que vem fazendo todo o trabalho junto com nossos produtores. Nesse momento, produzindo ração para o gado e, em um segundo momento, projetamos expandir a produção para outros produtos destinada à alimentação de peixes, cavalos entre outros”, explica o empresário.

O Distrito Industrial de Porto Velho, localizado em frente ao Hospital das Irmãs Marcelinas, na BR-364, sentido Candeias do Jamari, é gerido pela Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedi) e conta com 17 empresas instaladas e funcionando.

O superintendente da Sedi, Sérgio Gonçalves, diz que a indústria representa o resultado de uma política de incentivo fiscal do Estado de Rondônia, em especial no governo Marcos Rocha, onde acelerou muitos processos que ajudaram a atrair novos investimentos no Estado.

“A inauguração dessa indústria é uma vitória do governo Marcos Rocha e dos incentivos fiscais e locacionais da política de atração de indústrias, por meio da concessão de áreas no distrito industrial. Isso gera empregos, com investimento de mais de 20 milhões. É uma indústria de ração que com certeza vai aumentar e ajudar na competitividade do pecuarista aqui da região. E isso faz parte da política de geração de emprego e renda do governador Marcos Rocha”, finaliza o superintendente da Sedi.

Secom

× Quero anunciar!