🎙 A rádio que todo mundo ouve!

🎼 Escute no rádio, no carro, pelo APP e pelo site!

--:--
--:--
  • cover
    Rádio Porto Velho

Menu

Boi Malhadinho vence Duelo da Fronteira de Guajará-Mirim, RO.

O festival folclórico durou três dias e incluiu apresentações dos bois-bumbás Flor do Campo e Malhadinho. Cada agremiação teve 2h30 de apresentação na arena. Durante o processo de apuração, uma comissão de jurados avaliou 21 critérios das duas equipes.

Após a confirmação do título, a torcida do Malhadinho comemorou a premiação, uma das mais importantes da região.

O Secretário de Cultura de Guajará-Mirim, Ricardo Lira, ressaltou a importância da volta do festival de forma presencial, que não acontecia há seis.

“A volta do festival é a maior conquista para a população. Os dois bois fizeram apresentações excepcionais. O Malhadinho foi merecedor, parabéns. Esse foi um dos maiores espetáculos a céu aberto do estado”, ressaltou.

Ainda de acordo com o secretário, o festival aconteceu “fora de sua data habitual” em 2023, mas afirmou que no próximo ano, a tradicional festa retornará às datas programadas, seguindo o costume de acontecer no mês de agosto.

Festival Folclórico Duelo da Fronteira

 

O Festival Folclórico conhecido como ‘Duelo da Fronteira’ é uma tradição realizada em Guajará-Mirim (RO), criada em 1995. Esse é um dos maiores eventos culturais do estado, com a disputa entre os bois bumbás Flor do Campo e Malhadinho.

O festival apresenta heranças culturais indígenas e caboclas, com danças, músicas e lendas. O embate entre os bois bumbás tem o nome Duelo da Fronteira porque a cidade de Guajará-Mirim está separada pelo rio Mamoré da cidade boliviana de Guayaramerin.

Agora, considerado como patrimônio cultural imaterial rondoniense, faz parte das manifestações culturais conhecidas como Boi-Bumbá, ou Bumba meu Boi no Maranhão, e desempenha um papel central na identidade das regiões Nordeste e Norte do Brasil.

Fonte: G1 Rondônia

× Quero anunciar!